Saiba como realizar a limpeza de porcelanato corretamente

limpeza de porcelanato

Nos últimos anos, o revestimento de porcelanato tem ganhado a preferência nas construções, tanto em áreas internas quanto externas, com diferentes finalidades e texturas. Os motivos para isso são muitos: é um material mais durável e resistente se comparado a madeira ou cerâmica, por exemplo, além de ter a beleza de pedras como mármore, com um preço muito mais acessível. Entretanto, a principal dúvida de quem têm esse revestimento em casa diz respeito à limpeza de porcelanato.

O material do porcelanato é bastante resistente devido sua composição à base de argila e rocha, materiais queimados em alta temperatura. Contudo, demanda cuidados especiais na hora da higienização Isso porque, dependendo do tipo de acabamento que o material recebe, a limpeza do porcelanato deve ser ainda mais cuidadosa para evitar arranhões e manchas.

Pensando nessa dúvida comum, preparamos este conteúdo com dicas de como limpar porcelanato, abordando os produtos que você pode usar, as diferenças entre os tipos de acabamento e alguns cuidados que você precisa ter para garantir a beleza e durabilidade do seu revestimento. Confira! 

Quais produtos são necessários para limpar o porcelanato?

Não há dúvidas de que o porcelanato é uma ótima opção de revestimento, seja para áreas secas, seja para úmidas, paredes, piscinas, garagens, etc., desde que seja escolhido o tipo de porcelanato correto para cada ambiente e que a sua limpeza seja feita da forma certa.  

Uma higienização inadequada pode deixar o seu chão com aspecto embaçado, com manchas transitórias e, até, definitivas, especialmente quando produtos inadequados são utilizados. É por isso que existem tantas dúvidas quanto à limpeza de porcelanato. 

Em geral, apenas água e detergente neutro são suficientes para garantir uma boa higienização. O ideal é diluir uma colher de sopa do produto para cada 5 litros de água e usar um pano de microfibra para espalhar sobre a superfície. Em seguida, utilize outro para secar para evitar manchas de água. 

Caso você deseje uma limpeza mais pesada, use vinagre de álcool diluído em água. Já para os rejuntes, produtos saponáceos podem ser usados desde que recomendados para o tipo de acabamento. Inclusive, existem produtos específicos para porcelanato, elaborados por marcas especialistas na área. 

É importante lembrar que o piso deve ser ser varrido antes da limpeza para evitar arranhões e, para isso, dê preferência a vassouras de cerdas macias. 

Vale destacar que não é recomendado usar produtos como cera, água sanitária, amoníaco ou outros produtos abrasivos, pois podem causar danos permanentes ao acabamento do porcelanato. O mesmo vale para esponjas de aço ou vassouras de cerdas muito grossas.

Como limpar cada tipo de porcelanato?

Outra dúvida muito comum em relação à limpeza de porcelanato diz respeito às diferenças entre os tipos de revestimentos: as regras de limpeza são iguais para todos? O que difere na limpeza do porcelanato polido, acetinado e ABS? Quais cuidados preciso tomar? 

Veja a seguir! 

Porcelanato polido

O porcelanato polido é o mais usado e tem como principal característica o seu brilho intenso. Apesar de ser de fácil limpeza, esse brilho faz com que a superfície realce qualquer marca ou sujeira, demandando mais trabalho com a higienização. Por exemplo, fios de cabelo, pelos de animais de estimação, gotas de água ou, mesmo, marcas de pés se tornam mais evidentes nesse acabamento. Por isso, o cuidado deve ser constante. 

Mas, em geral, aqui vale a regra do pano úmido com detergente seguido de um pano seco para remover as manchas de água.  

Porcelanato acetinado

O porcelanato acetinado tem um acabamento menos brilhante, remetendo, como o próprio nome indica, a um tecido. Ele é menos escorregadio e mais resistente. Por isso, é indicado para banheiros, onde ele pode entrar em contato com shampoos, sabonetes diversos e outros produtos de higiene pessoal, além de cozinhas e áreas gourmets, por exemplo. 

Por essas razões, a limpeza desse material se torna mais fácil e a ocorrência de manchas definitivas é muito menor. 

Porcelanato ABS

Por fim, o porcelanato ABS requer um cuidado especial, pois é mais resistente a escorregamentos. A limpeza pode ser feita duas semanas após a aplicação do rejunte, inicialmente com vassoura. Jamais utilizar ácido fluorídico nesse tipo de revestimento.

O que fazer para conservar o porcelanato?

Além dessas dicas de limpeza de porcelanato e de como escolher o tipo correto para cada caso, uma forma de manter o seu piso sempre bonito é mantê-lo conservado por mais tempo. Para isso, alguns cuidados no dia a dia são essenciais, como estes listados a seguir: 

  • evite arrastar móveis e sempre opte por levantá-los ao fazer alguma mudança na decoração; 
  • você pode usar uma proteção nos pés dos móveis para evitar o atrito com o piso; 
  • nunca limpe o porcelanato sem antes varrer, pois, dependendo da sujeira, pode arranhar a superfície; 
  • coloque tapetes nas entradas dos cômodos, na entrada da casa, em torno de camas e na cozinha (especialmente para evitar respingos); 
  • cuidado ao misturar produtos — se possível, teste antes em uma área escondida e veja como o revestimento reage; 
  • não deixe produtos de limpeza descansando sobre o porcelanato; 
  • limpe imediatamente quando derramar comidas, bebidas ou qualquer produto que possa manchar definitivamente;  
  • escolha pisos e revestimentos adequados para cada área da sua casa, de acordo com as características de cada um. 

De modo geral, mais do que essas dicas de limpeza de porcelanato, outro fator que fará a diferença no acabamento da sua casa e que garantirá a conservação e durabilidade é a qualidade do revestimento. A Incepa tem diversas linhas de porcelanato de alta qualidade para todos os tipos de ambiente. 

Gostou deste conteúdo? Que tal compartilhar em suas redes sociais? Assim, seus amigos também não terão mais dúvidas sobre como limpar porcelanato! 


RELACIONADOS